BLOG

Como monitorar a temperatura de freezers e geladeiras com IoT

É comum redes de varejo perderem alimentos perecíveis e serem autuadas pela vigilância sanitária quando a temperatura dos freezers não se encontram dentro dos limites estabelecidos por lei. Neste cenário, a gestão de temperatura se faz necessária para evitar perdas de produtos, proteger a saúde de quem pode chegar a consumir um produto mal refrigerado e as possíveis punições dos órgãos responsáveis.

Com isso, a tecnologia já tem sido a principal aliada dos estabelecimentos que têm congeladores e geladeiras. Permitindo a integração de soluções a partir da conectividade, o sistema de IoT (Internet das Coisas) passa ser uma solução viável para este problema. Entenda a seguir como monitorar a temperatura de freezers e geladeiras de forma simples e na palma da mão.

Ter o controle da temperatura de geladeiras, freezers e demais câmaras frias pode significar a redução de custos com perdas de produtos e até multas dos órgãos reguladores

Ter o controle da temperatura de geladeiras, freezers e demais câmaras frias pode significar a redução de custos com perdas de produtos e até multas dos órgãos reguladores

Oscilação de temperatura

Muitos fatores podem fazer a temperatura variar em geladeiras e câmaras frias. A umidade relativa do ar é um deles, assim como a tdoca de calor entre dois ambientes. Nem sempre é possível criar um ambiente que esteja totalmente isolado termicamente.

Em um supermercado, por exemplo, é comum os clientes abrirem as portas das geladeiras ou congeladores para pegar ou apenas visualizar os produtos, deixando até abertas por mais tempo que o necessário. Isso já faz com que os produtos sejam impactados por esta mudança na refrigeração.

Para evitar ou até acabar com esta oscilação, é importante manter um controle da temperatura – e isso não é feito apenas com a instalação de um termômetro ou sensor no equipamento.

A mudança de temperatura é iminente em câmaras frias, por isso, é ideal que seja delimitada uma variação aceitável, uma temperatura máxima e mínima permitida para o funcionamento adequado do equipamento para a preservação do que está sendo refrigerado.

A ANVISA recomenda que sejam observadas as temperaturas máximas e mínimas registradas pelo termômetro cerca de duas vezes ao dia. Mas ao adotar um sistema inteligente que envia alertas à Central de Monitoramento e diretamente ao gestor no momento que a temperatura se altera. Através de IoT, a conexão dos aparelhos permite uma padronização na gestão que facilita o controle.

Internet das Coisas no monitoramento de temperatura

A Internet das Coisas (do inglês, Internet of Things – IoT), é uma rede de objetos físicos, veículos, prédios e outros que possuem tecnologia embarcada, sensores e conexão com rede capaz de coletar e transmitir dados. A conectividade serve para que os objetos possam ficar mais eficientes ou receber atributos complementares.

Por exemplo, uma geladeira com internet poderia te avisar quando um alimento está perto de acabar e, ao mesmo tempo, pesquisar na web quais mercados oferecem os melhores preços para aquele item. A geladeira também poderia pesquisar e exibir receitas para você.

A Internet das Coisas pode ser aplicada em uma ampla gama de atividades, como fábricas, agropecuária, hospitais, lojas, transporte público, etc. Basta pensar na utilidade que uma informação oriunda de um destes setores pode agregar a um processo na atividade referente.

 

Como monitorar a temperatura

Para alcançar melhor controle e registro de atividade, observando anormalidades que possam ocorrer na temperatura, o Smart Penguin monitora a temperatura e gera alertas se o valor medido estiver fora do intervalo de temperatura configurado. O sistema proporciona redução de custos, controle e otimização de processos, redução do risco corporativo e aumento de qualidade.

Ao enviar o alerta diretamente à Central, a ação que antes era reativa – ajuste apenas depois que algum alimento ou produto foi prejudicado ou se perdeu – com a solução, passa a ser proativa. O gestor está sempre ciente quanto à alterações na temperatura.

Para saber mais sobre o Smart Penguin e monitoramento de temperatura, entre em contato conosco para identificarmos a melhor solução para o seu negócio.