BLOG

Sistemas Preditivos – Um algorítimo para prever o futuro

algoritmo-do-mit-para-prever-o-futuro

 

O ano novo chegou e com ele várias previsões de como vai ser o nosso 2017. A economia vai reagir? O que vai acontecer no cenário político? Quais tendências tecnológicas vão se consolidar?

Muitas dessas previsões acertam, outras tantas erram. Mas ano após anos fica a certeza do desejo do ser humano em saber sobre o que estar por vir. A previsibilidade reduz riscos, torna o próximo passo mais seguro, nos prepara para adversidades.

Talvez, acertar a previsão de cenários macros ainda seja um pouco difícil. Mas adivinhar qual a próxima ação que você vai tomar, como qual o gesto que irá executar, já é algo que está bastante próximo da nossa realidade.

Veja como isso é possível com o novo algoritmo do Laboratório de Informática e Inteligência Artificial do MIT. Pesquisadores alimentaram o programa com 600 horas de vídeos do YouTube e programas de televisão como The Office, Desperate Housewives e Scrubs para ver se ele conseguiria aprender e prever certas interações humanas como abraços, beijos, “high-fives” e apertos de mão.

Deep learning

O algoritmo usa uma técnica de inteligência artificial chamada “deep learning” para criar sua própria compreensão dos padrões que compõem a interação humana. Através de dados genéricos, a máquina é solicitada a descobrir sozinha o que é importante e o que não é. É um mecanismo que nós humanos desenvolvemos naturalmente ao longo de nossas vidas, pegando pistas nas interações sociais das quais fazemos parte.

Para testar o computador, os pesquisadores mostraram vídeos de pessoas que estão a um segundo de fazer uma das quatro interações (abraços, beijos, “high-fives” e apertos de mão). O computador cria vários possíveis cenários futuros e usa o que aprendeu para adivinhar o que vai acontecer.

O computador adivinhou corretamente 43% das vezes; os seres humanos acertaram 71% das vezes no mesmo teste. Os pesquisadores acreditam que o sistema será ainda mais bem-sucedido quanto mais conteúdo consumir – 600 horas foram em apenas 25 dias. A equipe do MIT planeja expor o algoritmo a anos de televisão, com a esperança de que ele se torne ainda mais sofisticado ao longo do tempo.

A equipe do MIT não é a primeira a criar um algoritmo de previsão de vídeo, mas a deles é a mais precisa até hoje.

Sistemas preditivos para aumentar a segurança

Já imaginou essa tecnologia presente no nosso dia a dia?

Com o aprimoramento desse tipo de algoritmo e o próprio aprendizado da inteligência artificial atual, poderemos usar para criar sistemas de segurança inteligentes que poderiam chamar uma ambulância automaticamente se alguém está prestes a se machucar, ou deixar a polícia sob alerta quando um crime está prestes a acontecer.

Quantas vidas poderão ser salvas com um socorro a caminho alguns segundos ou minutos antes? Quantas outras poderemos salvar interceptando atos violentos antes que aconteçam? Essas, certamente, serão as melhores previsões de futuro que poderemos fazer.

Veja o vídeo do projeto do MIT:

 

Esse texto foi escrito por Marcelle Pessey, Inside Sales na Avantia.