BLOG

Como funciona um sistema inteligente de monitoramento para indústria

Como funciona um sistema inteligente de monitoramento para indústria

Em busca de uma gestão de segurança mais eficaz e com menos custos, muitos gestores começam a optar por sistemas de monitoramento inteligentes. Percebemos a eficácia dessa adoção pelo fato de sistemas assim permitirem a detecção autómática de eventos específicos que representam algum risco para a planta. Isso torna o processo bastante prático, além de necessitar menos mão-de-obra humana na operação graças à tecnologia de análise inteligente aplicada com os equipamentos de vídeo.

Se você ainda tem dúvidas sobre o funcionamento de um sistema de monitoramento inteligente na indústria, este artigo foi feito para você. Acompanhe o texto.

Análise inteligente de vídeo na Indústria

Um software de para análise inteligente de vídeo utiliza tecnologias ligadas à Inteligência Artificial e Visão Computacional para conseguir interpretar imagens. Algoritmos específicos são usados para simular a atuação da mente humana. A partir disso, a máquina consegue enxergar uma imagem e identificar automaticamente os elementos que a compõem e eventos que ocorrem, é neste momento que ocorre a análise inteligente.

Existem diversos tipos de aplicação para esses analíticos no ambiente industrial. Um dos mais comuns é detecção de cruzamento de linha, que permite observar quando alguém ultrapassa uma área isolada ou de acesso proibido. Após a detecção, alarmes são gerados na tela do operador que se encontra na central de controle de câmeras e as ações para tratamento são tomadas.

É importante frisar que analíticos podem rodar dentro da câmera (em aparelhos separados) ou fora delas através de uma nuvem que comporte o sistema. Diversas câmeras atualmente já são produzidas com a tecnologia da análise inteligente, porém, se seus equipamentos são analógicos, não há problema, pois existem softwares que funcionam normalmente fora das câmeras e realizam o tratamento das imagens. Ou seja, para agregar inteligencia ao seu parque de câmeras, pode não ser necessário trocar o equipamento atual.

Sensores na Indústria

Os analíticos de vídeo  não são a única opção para gerar alarmes automáticos na fábrica. Sensores distribuidos na planta ou acoplados aos equipamentos também são bastante eficazes em monitorar ocorrências específicas. Tais dispositivos demonstram uma das várias aplicações do conceito de IoT, do inglês Internet of Things, ou Internet das Coisas, que está relacionado ao uso de objetos conectados através da rede e que permitem trocas de dados valiosos entre si para as mais diversas atividades.

Sensores capazes de identificar fumaça, presença, temperatura, movimento auxiliam bastante na gestão segura da planta industrial por completo. Até sensores que identificam quando uma porta específica é aberta pode estar conectado à internet.

Monitoramento de Eventos

Graças ao desenvolvimento das tecnologias citadas, temos hoje subsídios que mudam sensivelmente a dinâmica das atividades no ramo de segurança. Se antes os circuitos de vídeo focavam em monitoramento constante e massivo de imagens, o que necessitava de diversos operários em disponibilidade integral de observação, hoje esse modelo sofreu uma quebra.

O ponto chave atualmente diz respeito ao monitoramento de eventos. Com sistemas inteligentes e sensores é possível identificar automaticamente alterações no ambiente filmado, que podem ser ocorrências, para, só então, serem verificadas pelo olho do operador. Com isso, temos uma atividade mais proativa, rápida e eficiente por parte da equipe de monitoramento. Um operador se torna capaz de monitorar mais áreas da sua fábrica.

Gestão Proativa da Segurança na Indústria

Unindo os três pontos explicados anteriormente – análise de vídeo, sensores e monitoramento de eventos – temos agora uma mudança no modelo de gestão da área de segurança, que deixa de ser reativa e passa a fornecer subsídios para prevenção de eventos, adotando uma dinâmica proativa.

Se antes os sistemas de monitoramento eram acionados apenas após a ocorrência de um furto, por exemplo, para averiguar imagens e buscar reconhecer suspeitos, hoje a estratégia é outra. Com o uso das tecnologias, é possível identificar simultaneamente quando um objeto é retirado do local exato e gerar um alerta naquele momento, tornando possível uma resposta ao evento assim que ele ocorre.

Em decorrência dessa mudança na gestão, o tratamento pode ser feito praticamente de imediato e minimizar consideravelmente perdas, além de evitar consequências maiores em situações de risco.

 

Avantia sabe da importância de uma segurança proativa para a sua indústria e, por isso, oferece os melhores serviços em monitoramento inteligente, criados de maneira exclusiva para sua necessidade. Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato!