BLOG

Monitoramento Proativo x Reativo em estacionamentos de câmpus universitários

O estacionamento da sua universidade está seguro?

O estacionamento da sua universidade está seguro?

Realizar o monitoramento proativo dentro dos câmpus de universidades e demais instituições de ensino superior é uma medida que vem se tornando cada vez mais necessária, especialmente no ambiente dos estacionamentos. Não são poucas as demandas que as secretarias recebem relativas a situações que ocorreram dentro dos estacionamentos e acabam gerando queixas por parte de alunos e visitantes.

Pensando em gerenciar melhor esses locais, tecnologias de segurança eletrônica são boas opções para monitorar o movimento diário dos estacionamentos universitários. Acompanhe o artigo para entender como é possível garantir que toda ocorrência pode ser tratada.

Como ocorre o monitoramento REATIVO nos estacionamentos universitários

Veículos passam por fraco controle de acesso

É bastante comum que, em grande parte dos câmpus das universidades, a entrada e saída de veículos ocorra com a simples distribuição de cartões de acesso por funcionários presentes nas entradas ou pela sua retirada nas catracas eletrônicas. Se houver um sistema de câmeras mas ele for reativo, ou seja, do tipo que não utiliza análise inteligente de vídeo, as imagens gravadas só poderão ser averiguadas depois do ocorrido, servindo apenas como prova legal. Então, nenhum alerta será gerado para a equipe de monitoramento com o registro de cada placa ou com a detecção de cenas específicas que indiquem eventos fora das conformidades. Dessa forma, não há possibilidade de resposta imediata para tratar quaisquer problemas que possam ocorrer.

Imagine uma situação na qual um condutor bate num carro que já estava estacionado na universidade e simplesmente deixa o local sem reportar o fato. Se as câmeras estiverem em funcionamento normal, gravarão o acontecido, mas as imagens só serão checadas caso o proprietário do veículo danificado perceba a batida e vá solicitá-las à coordenação. Ainda assim, nem sempre será possível identificar a placa do veículo infrator, pois a resolução da câmera de segurança e a luminosidade do local (que tende a piorar durante a noite) afetam a clareza das gravações.

Não identificação de suspeitos

Um sistema de CFTV reativo também não permite que a equipe de segurança realize a checagem das placas de identificação para buscar veículos roubados ou que tenham sido utilizados em ações criminosas. Mesmo que haja um banco de dados fornecido pelas autoridades com tais informações, é impraticável anotar manualmente as placas de todos os carros e motos que estacionam na universidade e fazer a conferência individual no sistema. Assim, indivíduos suspeitos podem entrar em contato direto com os estudantes sem o conhecimento prévio da equipe de segurança, que só poderá atuar caso alguma situação de risco se concretize de fato.

Com o monitoramento Reativo, não é possível identificar quem entrou ou saiu do estacionamento

Com o monitoramento Reativo, não é possível identificar quem entrou ou saiu do estacionamento para verificação de ocorrências

Ausência de registro de permanência

Com um circuito reativo de câmeras, sua equipe de monitoramento precisará observar as telas de forma ininterrupta para detectar os mínimos detalhes de todas os equipamentos de vídeo, algo bastante complexo de pôr em prática, principalmente em universidades de grande porte com vários estacionamentos/entradas para veículos. Nesse modelo, não é possível registrar os horários de entrada e saída de cada veículo nem contabilizar os respectivos tempos de permanência ou frequência dentro da sua universidade.

Tais informações são bastante valiosas, já que trazem a identidade de cada condutor e os períodos específicos em que ele esteve no local, podendo contar como fator importante para investigações ou álibis. Sem o auxílio da tecnologia de vídeo inteligente, essa busca terá que ser feita manualmente em meio a todas as imagens gravadas, um trabalho bastante exaustivo e nem um pouco prático.

Modelo de monitoramento PROATIVO

Controle de acesso e identificação de veículos

O vídeo inteligente aplicado nos estacionamentos traz resultados precisos para controlar entrada e saída de veículos e para identificá-los corretamente. O sistema age da seguinte forma: câmeras com analíticos de vídeo para leitura de placas são instaladas nas entradas para detectar automaticamente cada veículo que adentre no local, registrando suas identificações. Com esse software, é possível criar listas positivas e negativas dos veículos que possuem acesso liberado ou não e associá-las a cancelas eletrônicas. Ou seja, é possível manter seu antigo sistema de cartões/tickets de entrada e ainda otimizar o processo através do uso de analíticos.

Além disso, as câmeras inteligentes no estacionamento universitário permitem conferir as placas veiculares em bancos de dados para checar se carros ou motos ali presentes já tenham se envolvido em atividades ilícitas. Um ponto importante dessa estratégia é que o sistema gera alertas imediatos nas telas da central de vídeo, permitindo uma resposta em tempo real graças ao monitoramento proativo. Assim, alunos e visitantes têm sua integridade ainda mais assegurada, pois as medidas são tomadas em tempo hábil para impedir o quanto antes o contato de suspeitos com os universitários.

Monitoramento de permanência e frequência dos veículos

Outra função do modelo de monitoramento proativo para estacionamentos é registrar com precisão os horários de entrada e saída de cada veículo individualmente, contabilizando quanto tempo ficaram estacionados e que dias frequentaram o ambiente da sua universidade. A partir desses dados, sua equipe de segurança adquire informações valiosas, pois tem acesso aos dias com maior movimento de veículos e pessoas, delimitando ainda os horários de pico.

Sistema de inteligência artificial identifica placas e permite a gestão de segurança completa

Sistema de inteligência artificial identifica placas e permite a gestão de segurança completa, com ação imediata diante de qualquer evento

Detecção automática de eventos

Por fim, você ainda pode implementar diferentes tipos de softwares analíticos de vídeo para detectar automaticamente eventos perigosos dentro do estacionamento na sua universidade. Alguns exemplos são:

  • Cruzamento de linha: identifica quando alguém cruza um limite proibido (pessoa pulando o muro do estacionamento);
  • Objeto abandonado: detecta quando algo é deixado em seu estacionamento, podendo representar perigo (como elementos explosivos)
  • Abuso de permanência: informa quando alguém passa tempo excessivo parado em seu estacionamento, podendo indicar comportamento perigoso (alguém à espreita/vigiando outra pessoa ou veículo)
  • Estacionamento proibido: detecta quando um veículo estaciona fora das vagas delimitadas (o que pode gerar congestionamentos/acidentes)

Vemos, portanto, que o modelo de monitoramento proativo para estacionamentos traz diversas vantagens para a rotina dos câmpus de universidades. O sistema de vídeo inteligente associado a softwares de gestão gera relatórios mensais sobre o controle de acesso dos veículos e sobre os eventos de risco que foram identificados e tratados. Para realizar um projeto de monitoramento proativo em sua universidade, solicite uma visita da nossa equipe e conheça opções adequadas às suas necessidades.