BLOG

Sistema CFTV: como escolher a marca ideal para seu negócio?

Pesquisar a marca do sistema CFTV é um dos passos mais importantes para garantir a boa performance do seu plano de segurança e gerar maior prevenção contra crimes em seu ambiente de trabalho. Devido à expansão mundial do mercado de câmeras, sensores e equipamentos para videomonitoramento, a lista de fabricantes existentes é gigantesca, deixando facilmente qualquer gestor em dúvida.

Adquirir a marca mais conhecida ou simplesmente a mais barata são critérios aplicados cotidianamente por empreendedores que se encontram ansiosos por uma solução para proteção patrimonial rápida e, por isso, acabam não investindo tanto tempo e pesquisa na tarefa da escolha. Aparentemente, qualquer solução é melhor do que solução nenhuma, certo? Pode parecer verdadeiro á primeira vista, porém, acabar custando recurso, tempo, esforço e verba no futuro caso precise substituir todo o seu sistema CFTV.

Conheça agora algumas dicas para escolher a marca do sistema CFTV mais eficaz para o seu negócio.

A escolha depende de alguns critérios que precisam ser considerados

A escolha depende de alguns critérios que precisam ser considerados

Legado

Primeiramente, considere o histórico da sua empresa em relação a tecnologias de segurança já utilizadas. Seu projeto será iniciado do zero ou já existe uma mínima infraestrutura montada para receber os equipamentos de videomonitoramento? A depender do caso, alterar a toda a estrutura inicial pode não ser tão vantajoso para o seu negócio, sendo interessante considerar atualizações e mudanças pontuais para otimizar o sistema CFTV ao invés de substituí-lo completamente.

Pense em toda a rede elétrica e cabeamento que precisará ser feito em sua planta antes de escolher a marca do sistema CFTV. Alguns fabricantes de câmeras IP apresentam modelos WI-FI para transmissão dos dados de imagem que proporcionam facilidade na instalação, visto que necessitam apenas de cabo de energia para alimentação.

Já as analógicas precisam, obrigatoriamente, de dois tipos de cabo, um para alimentação e outro para transmissão das imagens, que serão coletadas pelo aparelho de gravação (DVR). Após isso, o DVR converte o sinal analógico em digital e, só então, é possível transmitir os dados online.

É comum optar por sistemas com câmeras IP devido às suas vantagens de qualidade e processamento. No entanto, se você já possui aparelhos analógicos, ainda é possível adaptar a estrutura e adicionar outras funções ao seu parque, incluindo análise de vídeo inteligente. Faça uma boa análise da sua verba inicial disponível e do quanto pretende investir a longo para manter seu projeto de vigilância por vídeo.

Integração com outros sistemas

Além das próprias câmeras de CFTV, existem diversas possibilidades de equipamentos de segurança que podem ser integrados ao seu parque aumentando a eficiência na detecção de situações de risco. Sejam sensores (de presença, calor, fumaça, luz, etc), analíticos de áudio, catracas eletrônicas, portões de veículos ou outras tecnologias, todos oferecem estratégias vantajosas para vigilância em ambientes físicos. Além disso, por ser um mercado que se encontra em expansão, a tendência é existirem opções cada vez mais acessíveis.

É possível realizar essa integração de eventos de CFTV através da abertura de um sistema SDK (Software Development Kit), ou kit para desenvolvimento de aplicativos. Através dele, o sistema de gestão permite que eventos de acesso e alarmes sejam encaminhados e recebidos em aplicações de terceiros.

Portanto, observe se a marca do sistema CFTV escolhido oferece tais possibilidades de integração para a sua planta e também para possíveis expansões, caso você necessite monitorar novos locais futuramente. Escalabilidade é um ponto importante, pois nem sempre é fácil adicionar novas câmeras e sensores em todo tipo de sistema.

Certifique-se que os equipamentos

Certifique-se que os equipamentos possibilitem integração com outros sistemas

Funcionalidade e Qualidade

Esse é um dos pontos mais importantes, pois vai determinar tudo que os equipamentos do seu sistema de CFTV conseguem fazer, a exemplo de funções como visão noturna e movimentos em 360 graus (esta última no caso das câmeras PTZ). Você pode optar por câmeras analógicas, digitais (IP) ou aquelas com tecnologia embarcada de analíticos de vídeo inteligente para auxiliar na detecção automática de situações de risco.

Já a qualidade irá influenciar na resolução das imagens captadas. Equipamentos em HD fornecem gravações com alto nível de detalhamento e são ideais para grandes áreas com volume elevado de pessoas, como estádios de futebol. No entanto, esse modelo irá requerer grande capacidade de armazenamento e processamento de dados superior. Se sua empresa não exige todas essas funções, resoluções mais simples podem atender bem suas necessidades.

Preço

A verba disponível para investimento inicial faz grande diferença no momento da escolha. Adotar opções com custo mediano e que se encaixem nas suas exigências é essencial. Não adianta implementar um sistema extremamente barato mas que irá apresentar falhas e deixará de cobrir aquilo que você precisa em momentos críticos. Da mesma forma, é imprudente escolher a marca top de linha na categoria, mas não conseguir sustentá-la a longo prazo, devido aos altos custos envolvidos no processo de manutenção e correções eventuais (como troca de peças ou atualização do sistema).

Distribuição, Suporte e Garantia

Pesquise bastante a respeito da marca que deseja instalar em seu parque de CFTV, pois o processo de monitoramento por vídeo é constante e requer manutenção preventiva periodicamente, além de eventuais consertos. Por isso, cheque o site institucional, contatos e distribuidores no país.

Muitos gestores investem em equipamentos importados de alta tecnologia, mas esquecem de checar se o fabricante possui revendedores nacionais. Caso não haja, esse detalhe gera um grande atraso durante o processo de revisão e correções técnicas, caso alguma peça necessite troca ou a atualização do sistema precise ser feita.

Se você deseja contratar um integrador para realizar a instalação do seus equipamentos, verifique a experiência dele com a marca escolhida para ter certeza que a implementação ocorrerá da melhor forma. Por fim, lembre-se de averiguar se é oferecida uma garantia da marca e que tipo de suporte ela cobre especificamente.

Sistema CFTV terceirizado

Você também pode optar por contratar uma empresa para realizar a instalação e monitoramento do seu sistema de CFTV, através do modelo de contratação TaaS (Tecnologia as a Service), em que a segurança eletrônica é disponibilizada pela prestadora de serviços para o cliente de modo terceirizado.

Com isso, não precisará se preocupar em escolher a marca dos seus equipamentos, já que eles serão alugados mensalmente pela prestadora de serviços, que também fica responsável por realizar todos os trâmites relativos à manutenção preventiva, correções e atualizações no seu sistema de vigilância por vídeo. Dessa forma, burocracias e atrasos nas licitações para manutenção do seu sistema podem ser eliminados, já que estão garantidos através do contrato com a empresa.

Um segundo ponto é que o sistema de CFTV terceirizado permite também o monitoramento a distância, o que otimiza bastante seu plano de segurança ao aumentar a identificação de ocorrências perigosas e permitir seu tratamento de forma ágil. Adicionalmente, sua equipe de segurança fica disponível para outras atividades na planta da empresa, visto que o videomonitoramento já está sendo executado externamente.