BLOG

É possível detectar suspeitos antes que eles entrem na sua empresa?

A presença de pessoas desconhecidas no ambiente de trabalho é uma das maiores ameaças à segurança e bem-estar dos funcionários, o que aumenta a vulnerabilidade do local ao diminuir a certeza se há ou não indivíduos perigosos entre os visitantes. Portanto, se um suspeito ou criminoso chegar a entrar na propriedade, dificilmente será identificado antes de uma situação de risco acontecer.

Além disso, a ausência de sistemas de segurança eficazes torna praticamente impossível conferir a identidade do criminoso com certeza, tornando os processos legais lentos e deixando o ambiente sujeito a recorrências de tais atos. Confira neste artigo como agir preventivamente na segurança da sua empresa, ajudando a diminuir tensões que seriam geradas pela presença de suspeitos.

Caso o sistema de câmeras de monitoramento seja analógico, é possível aproveitar o legado e implantar analíticos inteligentes.

Caso o sistema de câmeras de monitoramento seja analógico, é possível aproveitar o legado e implantar analíticos inteligentes.

Controle de funcionários

Pessoas com acesso liberado à empresa podem ser monitoradas pela equipe de segurança de forma diferente dos demais para evitar verificações excessivas. Para essa finalidade, a tecnologia de videomonitoramento é bastante útil, ainda mais quando associada a equipamentos de análise inteligente de vídeo, cujos programas filtram as imagens gravadas e geram alertas automáticos assim que um evento fora da conformidade é detectado.

Colaboradores podem ter seus acessos liberados por meio de cartões eletrônicos, tags (aparelhos em formatos de broches acoplados aos fardamento), biometria, tecnologia RFID nas fardas (leitura de etiquetas de rádio frequência) e até mesmo reconhecimento facial pelas câmeras de vídeo. Todos esses exemplos, quando associados ao gerenciamento inteligente de câmeras, permitem que pessoas com acesso liberado tenham suas entradas e saídas registradas sem sobrecarregar o trabalho da equipe de monitoramento, que não receberá alerta nesses casos de pessoas autorizadas.

Identificando visitantes e suspeitos

Ao filtrar a entrada de funcionários ou prestadores de serviço autorizados, os analíticos de vídeo associados aos sistemas de acesso (catracas eletrônicas, por exemplo), disparam alertas nas telas da equipe de monitoramento sempre que alguém não cadastrado passar por uma das entradas da propriedade. Em seguida, a equipe de segurança pode atuar tomando as medidas cabíveis para cada situação.

Suspeitos já conhecidos pelo empreendimento podem ser colocados em listas negativas de reconhecimento facial

Suspeitos já conhecidos pelo empreendimento podem ser colocados em listas negativas de reconhecimento facial

Caso a solução escolhida seja reconhecimento facial, o caráter preventivo do plano de segurança se mostra muito mais eficaz. Isso porque, além de cadastrar os rostos de indivíduos autorizados e visitantes com presença constante (clientes, por exemplo), é possível criar listas negativas, caso a direção da empresa tenha os dados de suspeitos e criminosos que atuem na região. Assim, se as autoridades precisarem ser acionadas, tudo pode ser feito com agilidade, aumentando drasticamente as chances de prevenir incidentes perigosos no ambiente.

A Avantia trabalha com diversas soluções de monitoramento por vídeo para escolas, além de oferecer opções de controle de acesso associadas aos sistema de câmeras.