BLOG

Descubra se você está gastando demais com storage de imagens

storage-Torkild-Retvedt
Um dos grandes desafios na contratação de soluções de videomonitoramento, seja para infraestruturas grandes ou pequenas, não é apenas o de decidir quais são e quantos sãos os equipamentos necessários para fazer a gravação e captura de imagens. Encontrar a melhor forma de fazer o armazenamentos de dados, de maneira que não interfira na qualidade dos arquivos e, tampouco, pese demais no orçamento da empresa é sempre o problema que precisa ser resolvido.

Quando falamos de storages, não nos referimos simplesmente ao espaço previsto para guardar imagens, mas sim a um centro de dados seguros em que a confiabilidade e capacidade são essenciais para a proteção de videomonitoramento. Por conta de toda essa complexidade e por não saber como tirar o melhor proveito dessa tecnologia, é comum que as empresas acabem tendo gastos além do necessário para investir em componentes.

Quer descobrir se você está gastando demais com storage de imagens? Veja aqui alguns dos fatores que podem influenciar no excesso de gastos com esses componentes e saiba como reduzir custos com armazenamento.

Configuração exagerada e registro de frames

Existem dois principais motivos para os gastos excessivos com storage. O primeiro deles está relacionado à utilização de câmeras com configuração acima da necessária para o ambiente a ser monitorado. Muitas vezes, a empresa acaba optando por uma resolução alta demais para um objetivo simples, que poderia ser resolvido com uma qualidade menor.

Já o segundo motivo diz respeito ao registro muito alto de frames por segundo. Algumas áreas não precisam de gravações com 30 frames por segundo, por exemplo. Ou, em vez de utilizar equipamentos que gravam ininterruptamente, poderiam optar por tecnologias com sensores de movimento, que só iniciassem as gravações nessas circunstâncias.

Em ambos os casos, o melhor jeito de saber quais são os equipamentos e as configurações mais adequadas para a sua estrutura é utilizando ferramentas que funcionam como simuladores e indicam a melhor opção para o seus sistema de monitoramento.

Capacidade máxima de armazenamento

Hoje em dia existem diferentes tipos de storages capazes de fazer um armazenamento excepcionalmente alto de imagens. Porém, para reduzir custos, muitas pessoas preferem investir em quantidades maiores de equipamentos de baixa capacidade, que em um primeiro momento parecem mais baratos, mas a longo prazo podem sair mais caros do que um investimento maior em storages de alta capacidade.

Uma das vantagens em investir em componentes de alta capacidade está no fato de eles ocuparem um espaço físico consideravelmente menor, podendo se adaptar a diferentes infraestruturas e complexidades. Além disso, com um número menor de storages gasta-se menos energia do que com vários dispositivos de baixa capacidade, sendo que os componentes específicos para sistemas de monitoramento ainda permitem um maior tempo de armazenamento, com qualidade suficiente para análises da imagens.

Compressão de imagens e período de armazenamento

A compressão das imagens é um fator determinante para diminuir as suas necessidades de armazenamento. Ela está diretamente relacionado a soma da resolução, das quantidades de frames e do tempo de armazenamento divididos pelo CODEC das imagens.

Quando se opta por guardar imagens em alta resolução, por um longo período, é necessário um investimento muito maior e, por vezes, até desnecessário. O melhor é optar por resoluções menores, por um tempo menor de armazenamento ou até por formatos de arquivos mais compactos sem prejudicar a capacidade de análise das imagens.

A dica aqui é buscar por equipamentos que utilizem o codec H.264, pois ele permite que imagens sejam filmadas em alta qualidade sem aumentar muito o bitrate. Ou seja, ele permite registar apenas os pixels que mudaram de um frame para o outro, mantendo a qualidade e reduzindo o tamanho do que foi filmado.

Mas, afinal, é melhor comprar ou alugar um storage de imagens?

Ao investir em soluções de videomonitoramento e armazenamento de imagens é preciso refletir se é melhor adquirir ou alugar storages. Apesar da opção de comprar esses equipamentos parecer mais interessante, o seu valor elevado faz com que a locação seja a alternativa mais viável.

Sem falar que, ao optar pela compra, ainda existem vários procedimentos de manutenção dos equipamentos e das imagens que exigem mão de obra como limpeza dos discos, desfragmentação, backup das imagens, o que acarretará em mais gastos futuros. Por outro lado, ao dar preferência à locação, já é possível encontrar no mercado soluções completas que contemplam a contratação de todos os equipamentos e mão de obra necessários para um sistema de segurança complexo, incluindo os storages de imagens, como serviço. Ou seja, a empresa contratante não precisa comprar e contratar pessoas, mas pode pagar um aluguel para usar esses componentes e equipe especializada, de acordo com a necessidade de uso.

No Brasil, a Avantia é uma das empresas líderes desse mercado que oferece soluções, equipamento e profissionais capacitados em tecnologia de segurança para atender às necessidades de instituições de diferentes setores.

Conheça mais sobre a Avantia e saiba tudo sobre os nossos serviços!