BLOG

3 tipos de câmeras para monitorar grandes áreas

Ambientes extensos monitorados por sistemas de CFTV necessitam de câmeras em modelos específicos para obter uma cobertura total de grandes áreas e, ao mesmo tempo, manter a qualidade das imagens.

Locais como praças, portos e aeroportos são os exemplos mais comuns onde aparelhos de vídeo com visão estendida precisam ser instalados. Isso permite substituir diversas câmeras por um conjunto menor de câmeras com campo de visão superior, reduzindo custos na compra, instalação e manutenção desses equipamentos.

Entenda a diferença entre os 3 principais modelos e conheça suas aplicações.

aeroporto

Câmeras PTZ

O tipo mais tradicional de câmeras que permite realizar cobertura de imagens em 360 graus é o modelo PTZ. A sigla é derivada das palavras PAN/TILT/ZOOM e se refere aos movimentos realizados pelo sensor interno da câmera, que permite filmar de forma horizontal (PAN), vertical (TILT) e dar ZOOM óptico na imagem para obter mais detalhes.

A principal característica desse equipamento é direcionar mecanicamente o sensor de filmagem em tempo real. É possível realizar essa função através da adição de um joystick ao sistema de controle ou através do próprio computador, por meio do mouse. No entanto, ao mirar a câmera para determinada direção (esquerda, por exemplo), os demais lados ficarão descobertos naquele momento.

O grande atrativo desse tipo de câmera é conseguir manter a qualidade das imagens ao realizar o zoom óptico, fornecendo maiores detalhes para a atividade de monitoramento.

Panorâmicas

Os modelos panorâmicos, tradicionalmente, são fixos e não possuem movimentos mecânicos verticais ou horizontais. Neste caso, ao contrário do que ocorre no modelo PTZ, o sensor não se movimenta fisicamente, então, é empregado o zoom digital nas imagens.

O fato das panorâmicas realizarem zoom e direcionamento para detalhes das imagens por meio digital faz elas serem conhecidas também como PTZ digital ou ePTZ, apesar de serem categorias distintas. Já o campo maior de visão fica por conta do formato específico das lentes ou pela existência de mais uma delas.

A seguir, explicamos os tipos mais comuns de câmeras panorâmicas:

Câmeras fisheye

As câmeras olho de peixe utilizam lente única para visão panorâmica em 360 graus. Através lente grande angular, é obtida uma imagem circular com grande ângulo de captura, porém, visualmente distorcida.

Aqui é empregada a tecnologia ‘dewarping’, por meio da qual as imagens obtidas recebem um tratamento específico para eliminar as distorções e apresentar as gravações em formato plano, caso você precise checar detalhes e aplicar o zoom digital.

Vale ressaltar que, além da área de segurança, as lentes olho de peixe também são bastante utilizadas na área de fotografia, incluindo adaptações para smartphones. Entre as principais vantagens, está o custo benefício em relação a outros modelos panorâmicos mais robustos.

Como seu sensor é fixo, os movimentos precisam ser realizados eletronicamente. Isso faz com que nenhuma área fique descoberta em certo momento, porém, perde bastante no quesito resolução, já que a qualidade do zoom digital é inferior à do zoom óptico.

Com câmeras fisheye, o ângulo de captura permite abranger áreas maiores

Com câmeras fisheye, o ângulo de captura permite abranger áreas maiores

Câmeras multilentes

Já este segundo modelo panorâmico é composto por diferentes sensores de captura em uma só câmera, podendo variar entre 4 a 8 lentes, a depender do fabricante. O sistema de visão panorâmica em 360 graus é possível graças aos múltiplos focos de filmagem. Após a captura, o software realiza a junção das imagens obtidas pelos diversos sensores para formar uma só figura.

Assim como as câmeras fisheye, a opção multilentes realiza direcionamento e zoom eletronicamente. Apesar do custo elevado, o retorno de investimento é bastante interessante, já que um único equipamento com multi sensores realiza o trabalho de diversas câmeras tradicionais simultaneamente.

Câmeras Ultra High-Definition

Este modelo de câmera possui uma qualidade de imagem bastante superior às outras categorias citadas acima, oferecendo, simultaneamente, alta cobertura de área e máxima resolução. O sistema de ultra definição pode variar entre 4k a 7k, chegando a 30 megapixels e possui a capacidade de substituir dezenas de câmeras analógicas por um só equipamento.

Seu uso principal é em grandes áreas com alta presença de indivíduos, como estádios de futebol, shopping centers e ruas movimentadas. O software presente nessas câmeras permite realizar zoom digital para obter detalhes nítidos do rosto de uma pessoa e observar a ação que ele está realizando, sem perder a visão geral do ambiente.

Devido ao custo extremamente elevado e à necessidade de maior banda larga para operar o equipamento, suas aplicações estão presentes basicamente em grandes empreendimentos com alto valor patrimonial agregado, locais sujeitos à depredação e furtos ou inciativas governamentais.

Shoppings centers demandam monitoramento preciso pelo alto fluxo de pessoas

Shoppings centers demandam monitoramento preciso pelo alto fluxo de pessoas

A Avantia é referência em videomonitoramento para proteção patrimonial, trabalhando com diversas opções de câmeras disponíveis no mercado. Entre em contato conosco e saiba qual a solução ideal para assegurar os pontos críticos do seu empreendimento.